Faça parte da nossa lista de e-mails e nunca perca as novidades do nosso site.

INFORME-SE SOBRE O CORONAVÍRUS

Nesse momento a prevenção é o melhor remédio. Use máscara e evite aglomerações.
Você está aqui: Início > Informe-se Sobre o Coronavírus
coronavirus2.jpg

Informe-se: CORONAVÍRUS - Última atualização: 01/05/2020

1 - O uso de luvas cirúrgicas pode me proteger do coronavírus?


Caso você tenha contato com uma superfície contaminada mesmo estando de luvas e em seguida tocar a boca, nariz e olhos você corre o risco de ser contaminado. Neste caso, as luvas não vão te proteger e ainda tem o perigo de passar uma falsa proteção. Como prevenção, somente recomendo o uso de luvas caso você tenha alguma infecção cutânea ou lesões nas mãos ou nas unhas.




2 - Qual o melhor produto para higienização das mãos? O álcool a 70% ou sabonete?


Tanto o álcool a 70% quanto o sabonete vão higienizar as suas mãos. Se possível dê preferência na higenização de suas mãos usando água e sabão. Agindo assim você faz um uso mais racional do álcool. Use o álcool gel ou líquido a 70% no caso de você num determinado momento não ter acesso a água e sabão e precise higienizar as suas mãos.




3 - Usar sabonete antibacteriano é melhor que o sabonete comum para lavar as mãos?


Não. Qualquer sabonete vai proporcionar a mesma higienização. O importante é a técnica de lavar as mãos que estão a todo o momento informando nas mídias e o tempo de esfrega (20-30 segundos). Você pode lavar as mãos com qualquer sabonete que você terá o mesmo resultado quanto à higienização.




6 - De quanto em quanto tempo preciso higienizar as mãos com álcool?


Depende da sua rotina de atividades. Se você está na sua casa e não tocou em nenhuma superfície que pode está contaminada não precisa se higienizar constantemente. Caso você esteja num supermercado onde você vai pegar em dinheiro, carrinho de compras, cesta e mercadorias a sua atenção tem que ser redobrada. Nesses casos, recomendo higienizar as mãos com maior frequência com álcool gel ou líquido a 70% e evite levar as mãos ao rosto.




7 - Como identificar se o álcool gel é verdadeiro?


Minha dica é NÃO comprar álcool gel de ambulantes, NÃO comprar álcool gel sem rótulo ou mesmo rótulos que NÃO tem a identificação do CNPJ do fabricante, endereço completo da empresa, número do lote, telefone de atendimento, data de fabricação, data de validade, número de regsitro no M.S. e o nome do responsável técnico que pode ser o Farmacêutico ou o Químico.




8 - O uso de chá quente mata o coronavírus?


Não. Não existem evidências científicas que indicam que o uso de qualquer tipo chá ou bebidas quentes podem matar o vírus.




12 - A máscara cirúrgica vai me proteger de pegar o coronavírus?


Depende do uso. Caso você esteja de máscara e uma pessoa contaminada espirrar próximo de você, o aerossol que se forma em suspensão no ar no momento do espirro pode te contaminar mesmo estando de máscara. A contaminação pode ser pelos olhos. Por isso a necessidade de distanciamento. IMPORTANTE: A última orientação do Ministério da Saúde quanto ao uso de máscara foi a recomendação para que toda a população use máscaras caseiras com dupla face caso necessite sair na rua. É uma medida a mais de proteção para conter a transmissão do vírus.




11 - O uso de própolis regularmente vai fortalecer o meu sistema imunológico ou evitar que eu me contamine com o coronavírus?


Não. O própolis não é considerado medicamento e sim um alimento e não tem nenhum efeito preventivo que evite a contaminação do coronavírus e nem para o tratamento da Covid-19.




13 - Nesse momento de pandemia é bom tomar uma vitamina, suplemento ou um polivitamínico para fortalecer o meu sistema imunológico?


Até o momento não existe nenhuma evidência científica que comprove que o uso de vitaminas ou polivitamínicos vão fortalecer o seu sistema imunológico ou te dar uma proteção extra nesse momento de pandemia. Diversas vitaminas quando em excesso, podem ter um grau de toxicidade ao organismo. Não tome polivitamínico por conta própria ou sem a indicação de um profissional de saúde.




15 - Como fortalecer o meu sistema imunológico para manter uma boa condição de saúde?


O fortalecimento do seu sistema imunológico ou mante-lo em condições favoráveis envolve uma combinação de fatores. É essencial uma boa qualidade de sono, atividades físicas regulares, saúde mental, equilíbrio emocional, boa alimentação, hidratação adequada, boa higiene do ambiente doméstico e profissional. Não existe uma fórmula mágica, um método, uma vitamina ou algum elixir que vai por si só fortalecer o seu sistema imunológico. Trabalhe um pouco cada item que informei aqui que você terá grandes benefícios para a manutenção da sua condição de saúde.




16 - Qual alimentação ideal nesse momento de pandemia?


Caso seus hábitos alimentares sejam saudáveis mantenha a mesma rotina de alimentação. Tenha sempre como opção uma alimentação in natura e alimentos minimamente processados.




17 - Nesse momento de pandemia os netos não podem ter contato com os avós?


Essa é a recomendação. Neste momento de distanciamento social o maior cuidado é com as pessoas do grupo de risco (maiores de 60 anos). As crianças podem contrair o novo coronavírus e não apresentar nenhum sintoma, mas podem transmitir o vírus para outras pessoas.




22 - Estou com sintomas de resfriado, como saber se eu peguei o coronavírus?


1º - Caso você manifeste algum sintoma de resfriado e esteja compartilhando a residência com outras pessoas o ideal agora é se isolar num quarto da sua casa;
2º - Os sintomas do coronavírus podem ser muito parecidos com os sintomas de resfriado comum como tosse, coriza, dor de cabeça, dor no corpo, calafrios e febre. Evite sair de casa ou ir ao hospital nesse momento, você pode está com um simples resfriado e o fato de ir até o hospital pode correr o risco de se contaminar com alguém por lá. Nesse momento, o melhor é ligar na central de atendimento da secretaria de saúde da sua região para você ser monitorado;
3º - Você pode ter contraído o coronavírus e apresentar sintomas leves podendo se recuperar na sua casa sem a necessidade de internação hospitalar;
4º - Caso você tenha sintomas de falta de ar ou dificuldade de respirar, procure uma UBS ou a UPA da sua região;
5º - Somente com exames laboratoriais ou testes rápidos é possível saber se você tem ou não o coronavírus. SINTOMAS RELEVANTES:
- Ausência de olfato e paladar: Existem relatos de pacientes contaminados pelo coronavírus que apresentaram ausência súbita de olfato e paladar sem manifestação de outros sintomas clínicos. Na presença desses sintomas, evite o contato com seus familiares e entre em contato com a secretaria de saúde da sua região para você ser monitorado.




18 - Nesse momento de pandemia é recomendado higienizar as minhas compras de supermercado?


Sim. Caso você tenha um borrifador em casa, prepare uma solução de higienização feita com a mistura de uma (01) colher de sopa de água sanitária em um (01) litro de água e borrife em cima dos produtos com embalagem plástica, depois de cinco minutos é só secar com um papel toalha e guardar os produtos na sua despensa. Caso não tenha um borrifador use um pano embebido nessa mesma solução para limpar as embalagens e outro pano para secar. Nas embalagens de lata ou vidro e só lavar com água e o sabão.




19 - Como faço para higienizar as minhas hortaliças?


Primeiro lave as hortaliças em água corrente para retirar as sujidades visíveis. Em seguida mergulhe as hortaliças na mesma solução que informei anteriormente feita com a mistura de uma (01) colher de sopa de água sanitária em um (01) litro de água. Deixe as hortaliças mergulhadas nesta mistura por cinco minutos. Após cinco minutos, retire, lave em água corrente novamente e já pode consumir.




20 - Posso lavar o ovo antes de guardar na geladeira?


Não. Nunca se deve lavar o ovo antes de guardar na geladeira. A casca do ovo é muito porosa e você pode contaminar o ovo com diversas bactérias. A lavagem do ovo vai causar a destruição da película de proteção que cobre os poros da casca. Lave o ovo somente no momento que for usar caso tenha acúmulo de sujidades visíveis e somente com água corrente.




21 - Como faço para usar o celular sem risco de contaminação?


Se você tocou num produto ou numa superfície contaminada e na sequência pegou o celular e encostou o celular na boca, você pode se contaminar. Recomendo se possível andar com um pequeno frasco de álcool a 70% no bolso. Caso seja preciso usar o telefone, higienize primeiramente as mãos com álcool a 70% antes de manusear o celular. Com isso você evita de contaminar o aparelho e se contaminar com ele.




25 - O medicamento ivermectina usado para tratar verminoses pode ser usado no tratamento e na prevenção da Covid-19?


Não. Até o momento, a ivermectina foi testada somente "in vitro", ou seja, somente em testes de laboratório. A pesquisa necessita ser realizada em sistemas vivos para determinar a dosagem correta do medicamento e a sua segurança e eficácia. Diversas drogas podem apresentar excelentes resultados "in vitro" e apresentar resultados decepcionantes "in vivo". Para enfrentar o coronavírus o melhor remédio no momento é a prevenção por meio do distanciamento social e da adoção de um comportamento de etiqueta respiratória e de medidas de higiene pessoal. NÃO TOME medicamento sem a orientação do seu médico ou do seu farmacêutico.




32 - É importante tomar a vacina da gripe nesse momento de pandemia?


Sim. É bom que fique claro que a vacina não vai imunizar você do novo coronavírus, mas será muito importante para a prevenção de casos de gripe (influenza). Se por ventura você apresentar sintomas de gripe ou resfriado e necessite de assistência hospitalar, o fato de já ter tomado a vacina da gripe vai ajudar no diagnóstico do médico, possibilitando um melhor entendimento dos seus sintomas.




27 - Posso continuar usando meus adornos como relógio, pulseiras e anéis?


Não é recomendado. O uso de pulseiras, anéis e relógio vão dificultar a correta higienização das suas mãos. Nesse momento de pandemia retire e guarde seus adornos.




29 - Eu posso me infectar com o coronavírus manuseando dinheiro?


Sim. Se você manusear cédulas ou moedas onde tem a presença do vírus e levar a mão na boca, nariz ou esfregar os olhos você pode se contaminar. Você pode pegar e manusear o dinheiro tranquilamente, desde que, lave as mãos com água e sabão após o manuseio ou higienize suas mãos com álcool gel ou álcool líquido a 70%.




30 - Se eu me infectar com o coronavírus e me recuperar ficarei imune pelo resto da minha vida?


Não. Mesmo já tendo a Covid-19 você poderá se infectar novamente com outras cepas do vírus. Entretanto, quando desenvolverem uma vacina, você terá que tomar essa vacina para se imunizar. Nos próximos anos podem surgir outras variações de coronavírus. Os vírus de gripes tem uma capacidade enorme de mutação e a única forma de se proteger é tomando vacina.




31 - Divido a minha residência com outras pessoas, é necessário que cada um se isole em um cômodo da casa?


Não. Se todos estão saudáveis e sem nenhum sintoma de resfriado não se justifica esse tipo de isolamento. Sugiro que caso você compartilhe a sua residência com outras pessoas, defina entre os membros da sua família qual será a pessoa responsável por sair de casa para realizar atividades essenciais como, por exemplo, compras de alimentos e medicamentos. Seria interessante deixar essas atividades a cargo dos mais jovens evitando assim a exposição dos mais velhos, principalmente aqueles do grupo de risco (maiores de 60 anos).




24 - Se eu tomar o medicamento hidroxicloroquina como tratamento preventivo vai evitar que eu pegue o coronavírus?


Não. Não existe nenhum medicamento que possa prevenir contra o coronavírus. Diversas pesquisas estão em andamento neste momento para identificar algum medicamento já existente ou combinação de medicamentos que possam ser utilizados com eficácia e segurança no tratamento dos sintomas da Covid-19. Até o momento NÃO existem medicamentos para tratamento preventivo. Por sua segurança, NÃO TOME hidroxicloroquina por conta própria nem por indicação de terceiros, você pode ter sérias complicações de saúde.




26 - Existe algum medicamento natural como extratos ou tinturas de plantas medicinais ou raízes para prevenir ou tratar os sintomas da Covid-19?


Não. Não existe nenhum medicamento natural apontado pela ciência com potencial curativo ou preventivo para a Covid-19.




9 - Remédios caseiros como infusões de alho, limão, casca de cebola, gengibre ou canela podem prevenir ou tratar os sintomas da Covid-19?


Não. Não consta em nenhuma literatura científica que tais produtos podem ajudar a prevenir ou tratar sintomas da Covid-19. Não existem remédios caseiros para prevenção ou tratamento da Covid-19.




10 - Inalação com vapor quente de óleos essenciais de plantas medicinais pode eliminar o coronavírus das vias respiratórias?


Não. Não existem evidências científicas que inalando vapor de óleos essenciais você vai eliminar o coronavírus das vias respiratórias.




28 - O uso de óculos de grau ou óculos de sol pode ajudar a me proteger do coronavírus?


Sim. Os óculos, tanto o de grau, quanto o de sol, vão agir como uma barreira física de proteção. Os óculos serão uma medida a mais de proteção juntamente com o uso de máscaras. Recomendo que lave os seus óculos diariamente com detergente líquido.




23 - Quais os locais de assistência médico hospitalar do SUS para o coronavírus na minha cidade?


Para as capitais acesse aqui. Demais cidades acesse os endereços das UBS aqui.




5 - Na falta de sabonete comum para lavar as mãos eu posso usar o detergente líquido de lavar louças?


Sim. Se você lavar as mãos corretamente por 20 a 30 segundos com o detergente líquido para lavar louças usado na cozinha você estará higienizando as suas mãos de forma segura e eficaz.




4 - É melhor tomar banho com sabonete antibacteriano do que com o sabonete comum?


Não. A nossa pele também possui bactérias do bem. O uso indiscriminado de sabonete antibacteriano vai eliminar as bactérias que são protetoras da sua pele. Use o sabonete antibacteriano somente para o tratamento de lesões e feridas e seguindo as orientações do seu médico.




14 - O uso de vitamina D pode me prevenir de desenvolver a forma mais grave da Covid-19?


Não. Não existem evidências científicas que confirmam isso. Apesar da vitamina D ser importante na manutenção do seu sitema imunológico, o uso indiscriminado da vitamina D pode trazer sérios riscos a sua saúde, provocando um aumento do cálcio no seu organismo podendo até comprometer a sua função renal. O uso da vitamina D deve ocorrer somente com a orientação de um profissional de saúde com o objetivo de suprir carências do seu organismo. NÃO tome vitamina D por conta própria e sem a orientação de um profissinal.




35 - Qual é a prioridade de cuidados nesse momento da pandemia?


O momento agora é de evitar aglomerações, respeitar o distanciamento social, adotar um comportamento de etiqueta respiratória, uso de máscaras de proteção que cubra a boca e o nariz e de medidas de higiene pessoal como lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou usar álcool a 70%. Não tem como saber qual vai ser a resposta do seu organismo em caso de contágio. Você pode apresentar sintomas de um simples resfriado ou uma condição de insuficiência respiratória grave que pode te levar a óbito.




34 - É aconselhável fazer auto-hemoterapia para fortalecer minha defesa imunológica?


Não. O procedimento de coletar o sangue do paciente e administrar esse sague coletado no próprio paciente pela via muscular conhecido como auto-hemoterapia não é reconhecimento pelos conselhos de medicina, farmácia, enfermagem e nem pela Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (ABHH). Se você conhece médicos, farmacêuticos ou enfermeiros que realizam esse procedimento denuncie o profissional no seu respectivo conselho de classe. Acesse a Nota Técnica 6/2017 da Anvisa sobre esse assunto aqui.




33 - É aconselhável tomar a vacina da poliomielite para proteção do novo coronavírus?


Não. Existe a hipótese de que a vacina de uso oral da poliomielite (VOP) poderia provocar uma reação na imunidade inata evitando que a pessoa desenvolva a infecção provocada pelo coronavírus. A hipótese de uso da vacina da poliomielite para fortalecer o sistema imune em caso de contágio pelo coronavírus ainda está sendo estudada e até o presente momento não existe nenhuma confirmação de sua eficácia.




Editor:


Luiz Cesarino Alves - Farmacêutico CRF-DF 8290
E-mail: luizcesarino@gmail.com
WhatsApp/Tel.: 61 3340-9090 Brasília - DF