Faça parte da nossa lista de e-mails e nunca perca as novidades do nosso site.

Please reload

FLORALTERAPIA

Você está aqui: Para Farmacêutico > As Práticas Integrativas > Floralterapia
Imag_floral4.jpg
Imagem meramente ilustrativa

CONCEITOS BÁSICOS DA FLORALTERAPIA

    Trate a pessoa, não a doença: "As Ervas curam nossos medos, nossas ansiedades, nossas preocupações, nossas falhas e nossos erros, são estes que nós devemos detectar e não a doença, não importando qual seja, ela acabará". Dr. Edward Bach.


    Dr. Bach escreveu que devido às suas vibrações elevadas, certas flores, árvores e arbustos silvestres tem o poder de elevar nossas vibrações humanas e abrir os canais para ouvirmos as mensagens do nosso Eu Espiritual, inundar nossa natureza com a virtude específica de que precisamos e remover de nós a falha que está causando o sofrimento. Elas curam, não atacando a doença, mas inundando o nosso corpo com as mais belas vibrações do nosso Eu Superior, em cuja presença a enfermidade se dissolve como neve ao sol (SCHEFFER, 2003).


    A terapia floral correlaciona um “arquétipo” ou “mensagem” de uma planta com uma qualidade específica da alma ou psique humana (KAMINSKI, 1997).


    A energia vital que anima o corpo físico se dá pela relação que este estabelece com os demais níveis energéticos que compõem o ser vivo. O equilíbrio entre planos energéticos, no ser humano, pode ser favorecido pela intervenção vibracional das essências florais, constituindo-se aí a base da terapia floral (GIMENES, 1999).