Cursos e Treinamentos em Brasília, BH e São Paulo.

Assine a nossa Newsletter.

Please reload

ACUPUNTURA

Você está aqui: Para Farmacêutico > As Práticas Integrativas > Acupuntura
Acupuntura-49.jpg
Imagem meramente ilustrativa

CONTRAINDICAÇÕES NA PRÁTICA DA ACUPUNTURA

 

   Na prática da Acupuntura é difícil estipular contraindicação absoluta; entretanto, por razões de segurança, deve ser evitada nas condições abaixo relacionadas:
 

Gravidez

   Por induzir o trabalho de parto, a Acupuntura não deve ser utilizada durante a gravidez. A penetração e a manipulação das agulhas em determinados pontos promove a contração uterina. Tanto a acupuntura quanto a moxabustão são contraindicados em pontos localizados no baixo ventre e na região lombossacra, durante o primeiro trimestre de gestação. Após o 3.º mês de gestação, devem ser evitados os pontos no abdômen superior, região lombossacra e pontos que causem sensações fortes, assim como pontos no pavilhão auricular.
 

 

Emergências médicas e situações cirúrgicas

   Em situações de emergência, o paciente deve ser imediatamente encaminhado a uma unidade que disponha serviço de emergencial.
 

 

Tumores malignos

   Nestes casos poderá ser utilizada somente como medida complementar em combinação com outros tratamentos para alivio da dor e para minimizar os efeitos colaterais da quimioterapia e radioterapia, melhorando assim a qualidade de vida do paciente. Jamais deverá ser aplicada no local do tumor ou para tratamento do mesmo.
 

 

Sangramentos

   Pacientes com sangramentos, problemas de coagulação e em uso de anticoagulantes não deverão receber tratamento de Acupuntura.

Fonte
Cartilha Acupuntura do Conselho Regional de Farmácia do estado de São Paulo.