Cursos e Treinamentos em Brasília, BH e São Paulo.

Assine a nossa Newsletter.

Please reload

ACUPUNTURA

Você está aqui: Para Farmacêutico > As Práticas Integrativas > Acupuntura
Acupuntura-49.jpg
Imagem meramente ilustrativa

TÉCNICAS COMPLEMENTARES

 

Moxabustão:

   É uma terapia que combina fitoterapia e termoterapia. Entende-se por isso o aquecimento de áreas ou pontos de acupuntura por meio da queima da erva de artemísia com a finalidade de aquecer o Qi e o Xue nos canais de energia. Sua natureza é Yang puro, portanto fortifica o Yang enfraquecido, percorre os doze canais de energia, regula o Qi e o Xue, expele o frio e a umidade. É indicada nas afecções pelo frio.

 

A moxabustão é classificada em:
 

  • Direta: com ou sem artemísia;

  • Indireta: sobre fatias de gengibre, alho, sal, adesiva, etc.;

  • Com bastão: artemísia pura ou artemísia mais combinação de ervas;

  • Em caixa de madeira;

  • Sobre o cabo da agulha;

  • Moxa elétrica.

 

Sangria:

 

   A microvenopunção, ou punção de pequenos vasos sanguíneos superficiais com lancetas ou agulhas para drenar o calor do corpo, ativa o Xue e remove a estagnação de Qi e Xue. Com isso, desbloqueia os canais de energia e reduz as inflamações, aliviando as dores. Geralmente, é mais indicada nas síndromes de excesso.

 

Ventosaterapia:

   É um método terapêutico que consiste em utilizar ventosas, aplicando-as na pele. Produz uma pressão negativa que tem o objetivo de drenar e promover o descongestionamento de Qi e Xue nos canais de energia. As ventosas podem ser de vidro, de plástico e bambu. A associação da ventosa com a sangria é muito utilizada para potencializar os efeitos da sangria superficial.

 

Eletroacupuntura:

   É uma combinação da acupuntura clássica e da eletroterapia, de modo que, após a inserção das agulhas e obtida a sensação de Qi, por elas se faz passar uma corrente elétrica. Produz uma estimulação mais potente, regular e contínua do que a manual. Possui uma ação analgésica mais rápida com um menor número de agulhas e promove tanto analgesia quanto anestesia.

Laserterapia:

   Consiste na aplicação de Laser de baixa potência nos pontos de acupuntura e nos canais de energia, sendo uma forma alternativa de estimular os pontos. A técnica é realizada com aparelhos constituídos para esse fim.

Auriculoterapia:

   Consiste em perfurar com agulhas os pontos auriculares ou estimulá-los com outros métodos. Esta técnica é de fácil manejo e o efeito é obtido com rapidez, pois utiliza as propriedades reflexas do pavilhão auricular.

Colorpuntura:

   A aplicação de luzes coloridas é feita por meio de uma caneta com foco piramidal de quartzo intercambiável com as diversas cores, nos pontos de acupuntura na pele, sem perfurá-la e sem perigo de contágio.

Magnetoterapia:

   Uso de ímã levando em consideração sua polaridade, aplicado sobre pontos de acupuntura.

Fonte
Cartilha Acupuntura do Conselho Regional de Farmácia do estado de São Paulo.