Cursos e Treinamentos em Brasília, BH e São Paulo.

Assine a nossa Newsletter.

Please reload

HOMEOPATIA

Você está aqui: Para Farmacêutico > As Práticas Integrativas > Homeopatia
Farmacêutico, farmaceutico, homeopata, Brasília
Imagem meramente ilustrativa

ATENÇÃO FARMACÊUTICA

 

   Em um país carente de assistência básica à saúde, a farmácia deve ser um dos polos desta assistência, tanto na alopática quanto na homeopática, sempre com cautela e ética. No caso da farmácia Homeopática, que exige conhecimentos específicos, torna-se necessária e imprescindível a presença de um farmacêutico muitíssimo bem preparado. O farmacêutico homeopata exerce um papel-chave na dinâmica que há entre a consulta, a dispensação e a utilização do medicamento, até a nova consulta. 

   O farmacêutico homeopata pode ser o profissional capaz de orientar o usuário a utilizar corretamente os medicamentos homeopáticos, auxiliando na cura de enfermidades leves e também prevenindo e evitando o desenvolvimento de enfermidades graves, levando sempre em conta a lei dos semelhantes. A opção pela homeopatia exige, por parte do paciente, uma compreensão do que é o tratamento e uma observação atenta da ação do medicamento prescrito, ou seja, uma observação atenta e crítica de si mesmo, e que ele exercite o empoderamento de sua própria saúde, o que torna a homeopatia atual e interativa, como devem ser as terapêuticas da Nova Era. É preciso entender “que caminhos o organismo seguirá para chegar a um estado de equilíbrio melhor”, às vezes passando por períodos de agravação (geralmente passageiro e suportável), períodos de eliminação ou retorno de sintomas antigos.

 

O paciente deve ser orientado com relação a alguns cuidados com o medicamento homeopático: 
 

  • Sempre mantê-los nos frascos originais e bem fechados; 

 

  • Levar o medicamento diretamente à boca sem contato com as mãos no momento de tomá-lo. Evitar também que o conta-gotas ou tampa do frasco toquem à boca para que não ocorra contaminação e fechar imediatamente o frasco;

 

  • Antes e após cada dose, permanecer sem se alimentar por um intervalo mínimo de 30 minutos; 

 

  • Os medicamentos devem ficar longe de aparelhos eletrodomésticos ou que emitam radiação (rádio, televisão, forno de micro-ondas, geladeiras, computadores, telefones celulares, etc.); 

 

  • Ambientes úmidos ou expostos à luz solar direta, como também os locais que possuam odores fortes de perfumes, sabonetes, produtos de limpeza, condimentos e outros medicamentos (principalmente canforados) alteram o medicamento. Portanto, deve-se evitar guardá-los em bolsas com perfumes, balas ou cigarros; 

 

  • Nas viagens de carro, procurar guardá-los em sacolas térmicas, caixas de madeira ou isopor, pois o sol e o calor forte do porta-luvas podem danificá-lo; 

 

  • Quando viajar de avião, evitar a exposição dos medicamentos aos raios X e arco magnético. Sugere-se levá-los como bagagem de mão e explicar aos funcionários do aeroporto que são medicamentos sensíveis às radiações.

Fonte
Cartilha Homeopatia do Conselho Regional de Farmácia do estado de São Paulo.